O QUE COMPRAR: AZERA 2011 OU NEW FUSION?

Página 7 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

OS PROBLEMAS DE CÂMBIO SE TORNARAF OFICIAIS - MATÉRIA DA 4 RODAS

Mensagem  Obsevador-CWB em Qui Nov 25, 2010 9:31 am

Quem pensa em comprar um automóvel equipado com câmbio automático quer conforto, tranquilidade e vida mansa. Porém foi justamente o contrário que receberam alguns proprietários do novo Ford Fusion 3.0 V6. Lançado em maio de 2009, o sedã importado do México tem recebido reclamações de trancos nas mudanças de marcha, vazamento de fluido e até mesmo a quebra da caixa de transmissão.

No caso do empresário Maurilio Assis da Silva, de São Paulo (SP), seu Fusion mal chegou aos 6000 km e já apresentava todos esses sintomas. “Em um ano fiquei mais de dois meses sem o veículo, somando as seis vezes que ele foi para a oficina. Com 1100 km surgiu um forte ruído e houve vazamento de fluido. Tive até de conseguir o retentor do diferencial por conta própria para a concessionária conseguir fazer a troca logo”, diz Maurilio. “Quinze dias depois substituíram a caixa do diferencial por outra, que retiraram de um veículo zero-quilômetro. Dias depois ela quebrou e tiveram que trocá-la novamente.”

Para alguns proprietários, mais irritante que as visitas frequentes à oficina é o constrangimento de não conseguir entrar na própria casa. “Meu Fusion começou com trancos na mudança de marcha e depois, por duas vezes, não subiu a rampa da minha garagem. Eu acelerava, a rotação do motor subia, mas o carro não saía do lugar”, afirma o piloto de avião Heron Carlos Veronesi, de Pinhais (PR), dono de um Fusion V6 com 8300 km. “Além disso, por duas vezes o motor morreu quando estava passando por uma lombada e depois, em outra ocasião, logo após usar a marcha-àré”, diz Heron.

Apesar de reclamação dos proprietários alegando falta de informação por parte das concessionárias, os defeitos do Fusion não são surpresa para a rede de serviço. Para orientar suas oficinas, a Ford emitiu em 15 de junho deste ano o boletim de serviço número 33 para todas suas oficinas autorizadas, no qual ela credita o problema ao “desgaste do solenoide de pressão da transmissão”.

“O boletim demonstra que foi detectada a probabilidade de desgaste na peça que é responsável por fornecer a pressão regulada para aplicação dos conjuntos de embreagem internos da transmissão”, diz Carlos Napoletano Neto, diretor técnico da Brasil Automáticos, empresa que produz manuais técnicos e ministra treinamentos para mecânicos especializados em câmbios automáticos. “Por isso, ocorre um vazamento de pressão, que seria direcionada para as embreagens, provocando depois a queima dos conjuntos de embreagem, devido à patinação do câmbio. No boletim, a Ford orienta a reprogramar o módulo de controle da transmissão, para compensar o problema, antes que a transmissão se deteriore. Caso se constate desgaste dos conjuntos internos, a recomendação é substituir a transmissão.”



--------------------------------------------------------------------------------

O POVO RECLAMA

“Em um ano fui seis vezes à concessionária e fiquei mais de dois meses sem o carro por causa do câmbio.”
Maurilio Assis da Silva, empresário, São Paulo (SP)

“Fico com receio de viajar com minha família após descobrir em fóruns que o câmbio de uma dona de Fusion patinou durante uma ultrapassagem.”
Everton Ivair Melz, advogado, Blumenau (SC)



--------------------------------------------------------------------------------

RESPOSTA

Segundo a Ford, os problemas de câmbio no Fusion “são casos pontuais que não afetam questões de segurança do veículo”. Nessas situações, a marca recomenda entrar em contato com uma autorizada ou no 0800-7033673.

Obsevador-CWB

Mensagens: 662
Data de inscrição: 06/10/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O QUE COMPRAR: AZERA 2011 OU NEW FUSION?

Mensagem  OrzFull em Sab Nov 27, 2010 3:17 pm

Boa Reportagem ObsCuritibano

Mas só pra registrar, eu não deixaria de comprar um Fusion por causa desta notícia. O NCivic teve um problema de regulagem de válvulas que provocava grande perda de potência. Rodei 20 mil km com o meu e ZeroStress, pois ele não tinha esse problema.

Não estou dizendo que é o seu caso...mas...

Esse negócio de demonizar esse ou aquele modelo, não é comigo... Prefiro o coreano, mas dizer que o Fusion é ruim chega ser ridículo...

É evidente que esse defeito na caixa é real, mas fica claro também que nào afetou 100% dos carros.

Forte AzerAbraço

OrzFull

Mensagens: 628
Data de inscrição: 10/06/2009
Idade: 44
Localização: Lima - Peru

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cambio do Fusion é subdimensionado

Mensagem  carlosrocha2000 em Dom Nov 28, 2010 3:05 pm

Tenho um Fusion 2007 / 4 cilindros com 52000km rodados ( fora da garantia de 3 anos) e já tive que fazer manutenção do cambio devido desgaste das peças. Gastei 4700 reais !! e ainda ouvi do chefe da oficina da Ford que o cambio desse carro " tem dado muito problema"
Tambem tive que trocar os coxins do motor ( 1300 reais) que a revista 4rodas tbem faz referencia como sendo problematico nesse carro. Sem contar que as pinças dos freios dianteiros nunca param de fazer barulho ( outro problema cronico nesse carro!!). Vejam também o que o site ( oficina brasil ) fala sobre o conjunto mecanico/suspensão desse carro (midia especializada)! Portanto se queres gastar dinheiro com um carro de luxo, jamais compre um Fusion!! Engraçado que o Jetta ( que tbem é feito no méxico e tem preço semelhante) não tem sido alvo de queixa dos proprietários como o Fusion! Ou seja, o Fusion é bonitinho mas ordinário! Em janeiro estarei comprando meu Azera 2011.

carlosrocha2000

Mensagens: 8
Data de inscrição: 27/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fusion 2.5 2010 - Impressões de viagem - 1200km

Mensagem  OrzFull em Qui Dez 23, 2010 11:43 am

Feliz Natal Camaradas!!!

Fiz uma viagem com o Fusion 2.5 2010 da minha mãe. Bsb – Lorena, Trecho de Serra entre Alfenas e Lorena. Vamos aos dados:

- 3 adultos, 2 crionças e portamalas até a tampa = carga máxima;
- 1142,3 km em 11h12’, paradas já descontadas – média de 102 km/h;
- A chuva nos acompanhou boa parte da viagem entre Franca-SP e Alfenas-MG
- 1ª parada em Uberlândia, no posto Décio Buriti, recomendo: consumo – 8,29 km/l e média de 110,6 km/h
- 2ª parada em Carmo do Rio Claro – MG: consumo 8,24km/l e média 113,61 km/h
- No total paramos 5 vezes – 2 paradas pra xixi – 15min; 2 abastecimentos 58min e uma pra almoço – Restaurante Represa no Km 48 após Alterosa. Tilápia à Parmegiana... hummm, delícia – 1h.
- Tempo parado – 2h13’
- Tempo total da viagem – 13h25’ – 85,14 km/h – Saída Bsb – 06:55; Chegada Lorena – 20:20.

Ao volante
A posição de dirigir que gosto é estilo DTM (baixo e no meio do carro), banco o mais baixo e afastado possível, costas retas e volante bem recuado (afastado do painel). Meu ombro fica pouco à frente da coluna B e tenho só 1,70m. Estico o braço e o pulso toca a parte superior do volante. No Fusion encontrei a posição ideal. No Azera o banco não fica tão baixo e guio com o volante um pouco mais alto. O golpe final vem do apoio lateral; ótimo no Ford e inexistente no coreano.
A tocada no Fusion é mais direta, lembra muito o NCivic. O carro é mais na mão que o Azera e passa a impressão de ser mais no chão. Mesmo com o carro pesado, não raspei em nenhuma lombada. A suspensão traseira batia no fim do curso qdo passava mais rápido pelos obstáculos, mas não ocorre uma batida seca. O batente parece ser de borracha e cumpre muito bem seu trabalho. O Azera é mais confortável e o Fusion mais esportivo. Neste quesito fico com o Ford

Desempenho
Aqui os 72cv e os 10 kg de torque a mais do V6zão põe um ponto final na história. Como eu já disse em relatos de viagem do Azera, numa estrada, o Hyundai some na frente de qualquer Fusion.
Cabe um comentário sobre a trava dos 180 km/h. O 2.5 chega com facilidade ao limite eletrônico e a relação rpm- km/h é idêntica ao Azera:
- 3000 rpm – 160 km/h
- 3600 rpm – 185 km/h (4600rpm com pé no fundo).
Interessante é que o carro trava mesmo nos 185. Numa descida percebe-se claramente que o carro “freia” ao beliscar os 190 km/h.
No V6 deve ser mais frustrante ainda, pois a sensação de sobra do motor deve ser bem maior que no 2.5. No entanto, quero deixar muitíssimo claro que, pelo menos pra mim, isso não foi problema. Percebi que o carro tem potencial pra chegar fácil aos 200, mas a limitação não me causou frustração. Aliás não achei parceiro pra jogo ao longo da viagem. Encontrei alguns Azeras e Fusions, mais nenhum deles disposto a andar um pouquinho. Se top speed é questão de honra, fique com o Azera.

Câmbio
Ficamos amigos rapidinho. Ele aprendeu meu modo de guiar e descobri rápido como conversar com ele. Eu trocava as marchas com o pé. Pisava pra reduzir, mesmo sem kick down, e aliviava pra subir as marchas. No começo da viagem senti falta das trocas manuais (é assim que guio o Azera na estrada), mas do meio pra frente isso já não era tão importante.
Eu estava curioso pra ver como seria na descida da Serra Itajubá-Lorena. O botão de descida de serra (carrinho descendo uma ladeira) do câmbio, funciona com perfeição. Além disso uma luz no painel, indica que o dispositivo está ligado. Desci as pirambeiras entre 2 e 3 mil rpm (70 km/h), com tranqüilidade. O carro estava no chão o tempo todo. Desliguei o botão e percebi claramente a diferença. O carro ficava completamente solto e tinha que pendurar no freio.
As trocas são excelentes e apenas nos kick downs elas não são um pouco mais bruscas, mas nada que incomode.

Freios
Os freios do Fusion são bons e cumprem a missão. Não são espetaculares, mas em nenhum momento me senti inseguro. Em algumas situações, no molhado, achei que o abs funcionaria e isso não aconteceu, bom sinal. O câmbio automático faz do freio o único modo de parar o carro, pois reduções não são possíveis. Mesmo minha mãe reclama disso, mas no Azera em modo AT é a mesma coisa. Quem é formado no câmbio MT, como todos nós, estranha um pouco a falta de freio motor.
Eu observei com atenção o comportamento dos freios, pois rola muito esse papo que o Fusion tem freios ruins.

Veredicto
Fico com o Azera por oferecer mais (desempenho, mimos, som) que o Fusion pela mesma quantia de cruzeiros;

No entanto quero deixar muito claro que, exceto pelo motor (que não ocorre no V6), as diferenças são muito sutis. O Fusion é um belíssimo carro e, se fosse meu, ficaria tão satisfeito quanto estou com o Azera.

Meu posicionamento:
Azera ou Fusion? Ande nos dois e compre o que gostar mais. São dois Karrassos!!

Se esqueci algo, perguntem que respondo.

Forte Abraço e Feliz Natal!

OrzFull

Mensagens: 628
Data de inscrição: 10/06/2009
Idade: 44
Localização: Lima - Peru

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

AZERA X FUSION

Mensagem  CASAGRANDE em Qua Jan 05, 2011 9:57 pm

Antes de comprar o AZERA tbm fiquei na dúvida pelo fusion 6 cilindros...
Comecei então a checar a opinião dos proprietários, foi qdo fiquei sabendo de alguns proprietários de fusion reclamando de problemas similares (caixa de cambio com problema e "pane" de freio). Para tirar qquer dúvida resolvi andar em ambos os modelos e a decisão foi rápida. Apesar do fusion ser mais atualizado em relação a carroceria/estilo, no volante o Azera é bem superior. Outro problema comentado por um especialista conhecido que prepara motores é que o Fusion 6 cilindros possui problema de refrigeração do motor em rotações mais elevadas. Em "tocadas" mais agrecivas o motor costuma apresentar sérios problemas de desgaste prematuro de peças...Uma vantagem interessante do Fusion 6 cilindros está na tração 4x4.
O Fusion 4 cilindros é muito fraco !!
No final das contas optei pelo Azera. Único ponto a reclamar está relacionado a barulho na suspensão (vários Azeras apresentam o mesmo "problema").

CASAGRANDE

Mensagens: 13
Data de inscrição: 04/01/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O QUE COMPRAR: AZERA 2011 OU NEW FUSION?

Mensagem  OrzFull em Sex Jan 07, 2011 2:53 pm

Feliz Ano Novo Camaradas!!!

Voltei ontem de viagem! Chuva esparsa, mas muito forte em todo trecho. Partida às 06:35.

- 3 adultos, 2 crionças e portamalas até a tampa = carga máxima (como sempre);
- 1160,5 km em 11h00’, paradas já descontadas – média de 105,5 km/h;
- Fui tentar um caminho novo, pequeno trecho, mas errei e fui parar em Rifaina – SP, na divisa com MG. O trecho que peguei pra consertar o erro, até Igarapava - SP, tava ruim (uns 10 km brabos) mas não prejudicou muito. Aumentou a distância por conta disso. Eu queria ir de Pedregulho pra Buritizal, mas passei direto...
A aventura foi +/- assim:
- Fiz um pit Stop pra xixi em Carmo do Rio Claro – MG: 7 min.

- 1ª parada em Franca, no posto Galo Branco, na cidade mesmo:
consumo – 8,65 km/l e média de 98,12 km/h (490,6 km em 5 horas).
Nesse trecho pego subida de serra sinuosa entre Lorena e Itajubá e continuo subindo até Alfenas, porém mais tranquilo o 2º trecho. Peguei chuva forte perto de Franca

- 2ª parada em Araguari, posto Brasileirão -
291, 2 km (782,2 km) em 2h45' - média de 106,11 km/h e consumo 7,58 km/l.
Chuva forte em trechos curtos.

- o trecho final foi mais veloz. Entre Catalão e Cristalina é reto, plano e com pouco tráfego, o resto vcs podem imaginar…
Araguari-Bsb – 378,2 km; 3h22’ – 112,34 km/h. Lembrando que à partir de Luziânia (65 km de casa), não dá pra passar de 100 km/h, pois é um trecho urbano de tráfego muito intenso.

- No total paramos 3 vezes – 1 parada pra xixi – 7 min; 2 abastecimentos 1h 28min.
- Tempo parado – 1h35'
- Tempo total da viagem – 12h35’ – 92,23 km/h – Saída 06:35; Chegada – 19:10.

Mais acostumado com o carro, usei bastante o botão de freio motor ( o tal carrinho descendo a ladeira que tem no câmbio). Se vc vem embalado e tira o pé, o cambio continua na mesma marcha ou vai pra superior. Acionando o botão, o cambio reduz uma, produzindo um bom efeito de freio motor.
Exemplo prático: Vinha veloz, mais de 150 km/h, e ao me aproximar de uma curva, tirava o pé e acionava o botão, havia uma redução de marcha, o carro plantava mais no chão e eu contornava a curva com mais segurança, sem perder muita velocidade. Usei isso também qdo o tráfego à frente não permitia uma ultrapassagem imediata. Na aproximação eu já fazia isso e o a redução ajudava a frenagem.
Pra andar mais forte, sem abrir mão da segurança, só com possibidade de trocas. Não passei apuro, mas ficou claro pra mim que sem ajuda das reduções manuais o freio sofre mais.

Forte Abraço e Ótimo 2011 pra todos nós!

OrzFull

Mensagens: 628
Data de inscrição: 10/06/2009
Idade: 44
Localização: Lima - Peru

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

freio motor

Mensagem  FabioAzera em Seg Jan 10, 2011 5:44 pm

Feliz Ano Novo para vc tb camarada Orzfull!

Li seu último post, e fiquei intrigado com o tal botão de freio motor que vc acionou! Enfim, onde fica tal botão???

Um abraço,

FabioAzera.







OrzFull escreveu:Feliz Ano Novo Camaradas!!!

Voltei ontem de viagem! Chuva esparsa, mas muito forte em todo trecho. Partida às 06:35.

- 3 adultos, 2 crionças e portamalas até a tampa = carga máxima (como sempre);
- 1160,5 km em 11h00’, paradas já descontadas – média de 105,5 km/h;
- Fui tentar um caminho novo, pequeno trecho, mas errei e fui parar em Rifaina – SP, na divisa com MG. O trecho que peguei pra consertar o erro, até Igarapava - SP, tava ruim (uns 10 km brabos) mas não prejudicou muito. Aumentou a distância por conta disso. Eu queria ir de Pedregulho pra Buritizal, mas passei direto...
A aventura foi +/- assim:
- Fiz um pit Stop pra xixi em Carmo do Rio Claro – MG: 7 min.

- 1ª parada em Franca, no posto Galo Branco, na cidade mesmo:
consumo – 8,65 km/l e média de 98,12 km/h (490,6 km em 5 horas).
Nesse trecho pego subida de serra sinuosa entre Lorena e Itajubá e continuo subindo até Alfenas, porém mais tranquilo o 2º trecho. Peguei chuva forte perto de Franca

- 2ª parada em Araguari, posto Brasileirão -
291, 2 km (782,2 km) em 2h45' - média de 106,11 km/h e consumo 7,58 km/l.
Chuva forte em trechos curtos.

- o trecho final foi mais veloz. Entre Catalão e Cristalina é reto, plano e com pouco tráfego, o resto vcs podem imaginar…
Araguari-Bsb – 378,2 km; 3h22’ – 112,34 km/h. Lembrando que à partir de Luziânia (65 km de casa), não dá pra passar de 100 km/h, pois é um trecho urbano de tráfego muito intenso.

- No total paramos 3 vezes – 1 parada pra xixi – 7 min; 2 abastecimentos 1h 28min.
- Tempo parado – 1h35'
- Tempo total da viagem – 12h35’ – 92,23 km/h – Saída 06:35; Chegada – 19:10.

Mais acostumado com o carro, usei bastante o botão de freio motor ( o tal carrinho descendo a ladeira que tem no câmbio). Se vc vem embalado e tira o pé, o cambio continua na mesma marcha ou vai pra superior. Acionando o botão, o cambio reduz uma, produzindo um bom efeito de freio motor.
Exemplo prático: Vinha veloz, mais de 150 km/h, e ao me aproximar de uma curva, tirava o pé e acionava o botão, havia uma redução de marcha, o carro plantava mais no chão e eu contornava a curva com mais segurança, sem perder muita velocidade. Usei isso também qdo o tráfego à frente não permitia uma ultrapassagem imediata. Na aproximação eu já fazia isso e o a redução ajudava a frenagem.
Pra andar mais forte, sem abrir mão da segurança, só com possibidade de trocas. Não passei apuro, mas ficou claro pra mim que sem ajuda das reduções manuais o freio sofre mais.

Forte Abraço e Ótimo 2011 pra todos nós!

FabioAzera

Mensagens: 101
Data de inscrição: 02/06/2010
Idade: 42
Localização: Pelotas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O QUE COMPRAR: AZERA 2011 OU NEW FUSION?

Mensagem  OrzFull em Seg Jan 10, 2011 8:00 pm

Grande Fabio

O tal botão, tem um desenho de um carro num declive, a luz do painel é idêntica e em tom amarelo, indicando que o dispositivo está acionado.

Ele fica na alavanca do câmbio, do lado esquerdo logo abaixo do pomo. Colocando a palma da mão sobre o câmbio, vc aciona o botão com o polegar. É muito fácil de usar.

(Quase) todo cambio automático passa as marchas pra cima qdo se tira o pé do acelerador. Dessa forma, numa serra, vc fica completamente dependendo do freio. Com o botão acionado, vc acelera e o cambio passa as marchas normalmente, mas se aliviar, ele reduz uma. Assim vc tem freio motor. As marchas só trocam pra cima se vc acelerar. Ficou claro?

Forte Abraço


OrzFull

Mensagens: 628
Data de inscrição: 10/06/2009
Idade: 44
Localização: Lima - Peru

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

freio motor

Mensagem  FabioAzera em Ter Jan 11, 2011 8:32 am

Grande OrzFull,

Eu já havia lido o manual após ler aquele seu post, e não achei nada. Agora acabei de ler seu último post e fui direto no carro, mesmo sabendo que nunca havia percebido tal botão, mas, enfim, vá lá que eu encontre! ...E de fato, não encontrei nada! O meu Azera é 2009/2010, básico, e o seu?

Um abraço,

Fábio.






OrzFull escreveu:Grande Fabio

O tal botão, tem um desenho de um carro num declive, a luz do painel é idêntica e em tom amarelo, indicando que o dispositivo está acionado.

Ele fica na alavanca do câmbio, do lado esquerdo logo abaixo do pomo. Colocando a palma da mão sobre o câmbio, vc aciona o botão com o polegar. É muito fácil de usar.

(Quase) todo cambio automático passa as marchas pra cima qdo se tira o pé do acelerador. Dessa forma, numa serra, vc fica completamente dependendo do freio. Com o botão acionado, vc acelera e o cambio passa as marchas normalmente, mas se aliviar, ele reduz uma. Assim vc tem freio motor. As marchas só trocam pra cima se vc acelerar. Ficou claro?

Forte Abraço


FabioAzera

Mensagens: 101
Data de inscrição: 02/06/2010
Idade: 42
Localização: Pelotas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O QUE COMPRAR: AZERA 2011 OU NEW FUSION?

Mensagem  OrzFull em Ter Jan 11, 2011 10:22 pm

PutzGrilla Fabão!!

Ainda bem que vc não encontrou o botão... Very Happy Very Happy Very Happy

Todo meu relato não é referente ao Azera mas ao FUSION.

A viagem foi feita no carango da minha mãe: um Fusion 2010 2.5, com 20 mil km.

Forte AzerAbraço

OrzFull

Mensagens: 628
Data de inscrição: 10/06/2009
Idade: 44
Localização: Lima - Peru

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O QUE COMPRAR: AZERA 2011 OU NEW FUSION?

Mensagem  RicardoAzera em Qua Jan 12, 2011 11:12 am

OrzFull escreveu:PutzGrilla Fabão!!

Ainda bem que vc não encontrou o botão... Very Happy Very Happy Very Happy

Todo meu relato não é referente ao Azera mas ao FUSION.

A viagem foi feita no carango da minha mãe: um Fusion 2010 2.5, com 20 mil km.

Forte AzerAbraço

hahahah!!!! lol!

RicardoAzera

Mensagens: 87
Data de inscrição: 06/01/2010
Idade: 34
Localização: Ribeirão Preto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

freio motor

Mensagem  FabioAzera em Qui Jan 13, 2011 12:27 pm

Ainda bem que o mistério foi resolvido! Hehehe!!!

AzerAbraço para você!



RicardoAzera escreveu:
OrzFull escreveu:PutzGrilla Fabão!!

Ainda bem que vc não encontrou o botão... Very Happy Very Happy Very Happy

Todo meu relato não é referente ao Azera mas ao FUSION.

A viagem foi feita no carango da minha mãe: um Fusion 2010 2.5, com 20 mil km.

Forte AzerAbraço

hahahah!!!! lol!

FabioAzera

Mensagens: 101
Data de inscrição: 02/06/2010
Idade: 42
Localização: Pelotas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O QUE COMPRAR: AZERA 2011 OU NEW FUSION?

Mensagem  OrzFull em Sex Maio 27, 2011 9:57 pm

Camaradas

Agora o bicho vai pegar...

http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/ford-lanca-fusion-v6-tracao-dianteira-291089_p.shtml

Fusion V6 2WD - Tração diant, 9 mil mais barato.

Belo carango!!

Quando chegar o Azera 2012, será o V6 mais em conta do mercado!!

Forte AzerAbraço

OrzFull

Mensagens: 628
Data de inscrição: 10/06/2009
Idade: 44
Localização: Lima - Peru

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hum....

Mensagem  Obsevador-CWB em Seg Maio 30, 2011 9:04 am

Na verdade amigo, o Fusion nunca foi um 4x4 integral. As quatro patas só tracionam em casos específicos. Me parece ser algo como o ESP do Azera...risos... e certa preocupação....... Vejo muita especulação sobre preços do Azera. E agora temos a definição do preço do Fusion. Mas ele também está bem sacrificado em termos de acessórios. Se fosse 9k a menos e retirar apenas a tração seria legal .... aproximaria bastante do que é o nosso carro. Mas 9k e vários ítens a menos, ainda exige um certo PENSAR a respeito.

Obsevador-CWB

Mensagens: 662
Data de inscrição: 06/10/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O QUE COMPRAR: AZERA 2011 OU NEW FUSION?

Mensagem  sat em Dom Set 25, 2011 4:44 pm

Eu dirigi os dois. E o Fusion de 4 cilindros, nem deveria estar na comparação. Manco, lento, totalmente broxa. É um bom carro? Sim. Mas, não espere um carro veloz. Eu tive e adorava, mas, sentia falta de desempenho. Já entre o Fusion V6 e o Azera, é gosto pessoal. O Fusion é mais bonito, para meu gosto e mais esportivo. O desempenho é similar (o Azera, um pouco mais veloz). Com motor de 240 cv, segundo as revistas especializadas, já ganhava em arrancadas e retomadas. Agora, mais ainda. O Fusion é menos veloz, mas, mais interativo. O Azera, mais veloz, mas, mais confortável.
Vai de gosto pessoal. Eu comprei o Azera, pelo preço. Hoje, compraria, mesmo que custasse o mesmo.

sat

Mensagens: 115
Data de inscrição: 19/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum