ESPELHAMENTO X CRISTALIZAÇÃO X ESPELHAMENTO X ENCERAMENTO... QUAL A MELHOR ?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ESPELHAMENTO X CRISTALIZAÇÃO X ESPELHAMENTO X ENCERAMENTO... QUAL A MELHOR ?

Mensagem  Sérgio couto em Ter Jan 31, 2012 3:00 pm

Caros azerenses...

Pra quem ainda tem lguma dúvida dobre o assunto, aí vai umas explicaões que peguei em outro club..


ORIGINAL

Quando um carro sai de fábrica, sua chapa de aço é protegida por uma brilhante e dura camada de tinta que tem algo entre 60 e 80 mícrons (1 mícron = 1 milésimo de milímetro) de espessura. Esta camada é normalmente dividida em cerca de 20 mícrons para o 'primmer' que é a base da tinta e que permite a adesão da tinta à chapa de aço, e cerca de 40 mícrons para a tinta propriamente dita. No caso de tintas metálicas e perolizadas existe ainda um última camada de verniz incolor (clear cote). Esta fina camada de menos de 1 décimo de milímetro dá ao carro a aparência brilhante que esperamos ver, e ainda protege o aço contra a corrosão. A tinta brilha pois é, dentro do possível, absolutamente lisa e sem irregularidades.



DESGASTE

Ao deixar a fábrica a pintura começa a receber o ataque de poluição, raios infravermelhos e ultravioleta, panos e escovas de lava-rápidos, detergentes, etc. O resultado disso é que, com o tempo, a pintura lisa e brilhante vai ficando com pequenas irregularidades (micro-imperfeições, riscos e ondulações), comprometendo a reflexão da luz, e com isso o brilho.



POLIMENTO

O que normalmente se faz para devolver o brilho à pintura do carro, é
através do uso de polidores, remover uma pequena camada de tinta, de modo a devolver à pintura a aparência lisa. O grande problema desta operação, é que os polidores são abrasivos, isto é, são substâncias muito duras, geralmente óxidos metálicos, capazes de arrancar, por atrito, partículas da tinta. Este processo de abrasão pode ser intensificado ainda mais pelo uso de máquinas politrizes. Ao final do processo de polimento uma pequena camada de tinta foi removida, devolvendo à camada externa a aparência original e brilhante. Fica claro que este é um processo limitado e que somente deve ser usado nos casos mais graves.



CERA: ALTERNATIVA MAIS COMUM

Uma outra alternativa muito usual é o uso de ceras para a cobertura da camada pintada. Existem no mercado ceras aditivadas com polímeros sintéticos que aumentam de forma considerável a vida útil da pintura. A finalidade da cera é preencher as irregularidades criadas sobre a superfície pintada pela ação do tempo, reproduzindo o brilho da tinta nova como pode ser observado na ilustração. Ao contrário do polimento, a cera não remove a tinta por abrasão, por produzir um filme sobre a tinta, protege-a dos ataques. Uma camada pintada protegida por cera, e mantida desta maneira por enceramentos regulares, evita a necessidade de polimentos.



Além disso, existem no mercado os chamados cristalizadores. Enquanto o termo cristalização é usado de forma absolutamente aleatória no mercado, significando desde um mero polimento até a aplicação de agentes 'cristalizadores', a cristalização propriamente dita é a aplicação de compostos, tipo teflon e/ou silicone que apenas protegem a pintura e outros que reagem com a pintura, geralmente a base de flúor, e que formam um filme duro sobre a camada pintada. Não é recomendado o uso deste último pois esta camada dura pode trincar dando a aparência de pele de crocodilo à pintura, sendo a sua remoção bastante difícil.

O ideal é encerar o carro assim que retirá-lo da revenda, garantindo desta forma a proteção da pintura original, e novamente encerá-lo cada vez que ao jogarmos água sobre a pintura não pudermos observar as 'bolinhas' de água características da cera. Uma pintura permanentemente mantida protegida com cera dificilmente exigirá polimento. Caso o seu carro já tenha perdido o brilho, deve-se providenciar um polimento com o abrasivo (massa de polir) mais fina possível, providenciando uma boa encerada após o polimento. A partir deste ponto fazer como na pintura nova, mantendo o enceramento regular para evitar a necessidade de novo polimento.



...Galera particularmente dos carros que tive já esperimentei todas essas modalidades...

Não há dúvidas que a melhor é o espelhamento... você tem seu carro protegido, com um visual lindo (espelhado).. sem desgastar a pintura do seu AZERA...sempre renovando a cada 6 meses ou se o carro fica muito tempo no sol, recomenda-se 4 meses repetir o tratamento. Meu Azera é 2011 cor prata ficou fantástico, se o Azera for da cor preto putz fica Show. O tratamento repele a água de chuva.. quando sujar o carro é só lavar com sabão neutro, secar e o carro volta a brilhar de novo.
Eu Recomendo sempre (na minha opinião o melhor produto no mercado) os produtos da MEGUIAR'S .
O custo é bem mais baixo..no meu caso eu pago R$ 80,00 - PROCEDIMENTO: O carro é lavado retirando toda a sujeira, depois de sacagem, é aplicado a cera NXT GENERATION TECH WAS 2.0 com a máqui politriz com uma flanela especial da prória Meguias (branca) depois é aplicado o abrilhantador ULTIMATE QUIK DETAILER... e pronto o resultado é ótimo.

DETALHE: peça sempre instruções ao aplicar esses produtos, eu comprei os produtos, mas aplico conforme orientação dadas pela MEGUIAR'S, aqui ao lado de casa em Jacararepagua Rio de Janerio fica o representante e distribuidos do Rio de Janeiro,e de vez emquando eu assisto cursos, se alguém quiser alguma explicação é só perguntar, caso não saiba, eu pergunto para o dono da empresa, inclusive é a empresa que faz as aplicações nos carros das concessionárias da Hyundai.

Fuja desse negócio de passar lixa... é engana troucha..

DE UMA OLHADA NO RESULTADO NESSE VÍDEO... http://youtu.be/urHNKpQZBpY

http://youtu.be/mR1jEZbhqp0

Abraço.

Abraços.

Sérgio couto

Mensagens : 17
Data de inscrição : 29/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum